Meditação Cristã

Laurence Freeman, OSB

 

Sempre que nosso amor encontra o sofrimento de outra pessoa e quebra o nosso próprio temor egocêntrico, passamos a não mais pensar na outra pessoa como uma coitada, pensamos nela como em nós mesmos. Ela não está separada de nós. O significado da compaixão é o de reconhecer que choramos com aqueles que choram, morremos com aqueles que morrem, sofremos com aqueles que sofrem. Essa é a compaixão do Cristo que unificou toda a humanidade em si mesmo.
A única maneira de lidarmos com a complexidade das relações humanas é a simplicidade do amor. Aprendemos que o amor é a força unificadora em todo relacionamento humano, quer seja um relacionamento como o que temos com os que nos são mais próximos, ou como o que temos com aquelas pessoas que nos machucaram. Ou mesmo, na maneira com que nos relacionamos com a humanidade em geral, com os moradores de rua, ou com o sofrimento que presenciamos diariamente na mídia. Aprendemos que se trata do mesmo amor que nos relaciona com todos eles. A única maneira de superarmos a complexidade das relações humanas é a simplicidade do amor. No amor, não julgamos, não competimos; aceitamos, reverenciamos e aprendemos compaixão.
Essa era a visão que John Main tinha da comunidade humana, a de que a verdadeira comunidade apenas torna-se possível por meio do compromisso que cada um de nós assume, em solitude, com o mais profundo relacionamento de nossas vidas, que é nosso relacionamento com Deus. Então, aprendemos que o amor é a dinâmica essencial de todo relacionamento, do mais casual ao mais íntimo, ao mais antagônico. É a própria simplicidade de nossa meditação cotidiana que nos revela quão universal é esse caminho do amor. É por isso que, ao aprendermos a amar a outros, alcançamos uma nova compreensão da unidade da criação e da simplicidade fundamental da vida.

Meditação Cristã

A meditação é fruto de uma sabedoria espiritual universal e uma prática que nós encontramos no centro de todas as grandes tradições religiosas, uma peregrinação da mente para o coração. É um caminho de silêncio, simplicidade e quietude. Pode ser praticada por qualquer pessoa, onde quer que ela esteja na jornada de sua vida. É necessário apenas estar seguro de seu compromisso com a prática e, em seguida, começar, e continuar praticando sempre.

No Cristianismo, essa tradição tornou-se marginalizada e até mesmo esquecida ou suspeita. Mas nos últimos tempos uma grande recuperação da dimensão contemplativa da fé cristã vem acontecendo. De importância central para isto é a redescoberta de uma prática de meditação na tradição cristã que tem sua origem nos primeiros monges cristãos – os Padres e Madres do Deserto – e permite-nos colocar em prática os ensinamentos de Jesus sobre a oração de maneira radical e simples.

Padre John Main, OSB, tem um papel importante nesta renovação contemporânea da tradição contemplativa. Seus ensinamentos desta antiga tradição de oração está enraizada no Evangelho e na tradição monástica cristã do Deserto.
Como Meditar?

Sente-se com a coluna ereta em quietude. Feche seus olhos levemente.
Fique na posição sentada relaxadamente, mas alerta. Silenciosa e interiormente, comece a repetir uma oração de uma única palavra.
Recomendamos a palavra oração “Maranatha”.
Recite-a como quatro sílabas de igual duração. Ouça-a enquanto a vai repetindo com suavidade, mas continuamente. Não pense nem imagine nada – mesmo que seja de ordem espiritual.
Se vierem pensamentos ou imagens, considere-os apenas como distrações no período da meditação, e então volte apenas a repetir a sua palavra.
Medite a cada manhã e a cada fim de tarde por cerca de vinte a trinta minutos.

Oração de John Main para a Abertura do período da Meditação:

Divino Pai ajude-me a discernir a silenciosa presença de Vosso Filho em meu coração.

Conduza-me àquele misterioso silêncio, onde vosso amor é revelado a todos que O procuram.”

(Maranatha significa: Vinde Senhor Jesus!

Recebo com frequência textos do Padre Laurence Freeman (que também vem várias vezes fazer palestras na Palas Athena) e ensinamentos sobre a Meditação Cristã e gosto bastante. Por isso, é que estou passando para vocês esse texto.

Existem muitos locais em São Paulo e no Brasil que têm reuniões para a prática da Meditação Cristâ. Você pode ver isso e muitas coisas mais no site:

http://www.wccm.org.br


* digite o que você vê na imagem acima.
  • Newsletter

  • Yoga para Olhos

  • Consciência Próspera

  • Recentes

  • Páginas

  • Categorias

  • Jornal Alternativo

    CONTATOS:
    (11) 3063-1115
    jornalternativo@jornalternativonline.com.br