“Sinto cansaço, desânimo e mau-humor. Meu abdômen fica distendido após as refeições, com gases e sinto o corpo pesado. Acho tão difícil me concentrar e tenho a maior dificuldade em me lembrar das coisas. Vejo que tem algo errado comigo. Tenho inchaço nas pernas, irritação, enxaqueca e na antes da menstruação ( TPM ) piora os sintomas. Não tenho força nem vontade para nada, parece que vou entrar em depressão”. Você já sentiu algum destes sintomas antes? Você pode estar sofrendo de Fadiga crônica, devido ao ESTRESSE OXIDATIVO e o desequilíbrio da FLORA INTESTINAL. Muitos pacientes chegam ao nosso consultório com estes sintomas. Algumas vezes através de exames solicitados por profissionais da saúde pode-se diagnosticar diabetes, anemia, hipotiroidismo ou alguma doença que explique esta fadiga. Mas na maioria das vezes não se descobre nada que possa explicar este cansaço ou desânimo.Você fica feliz por não ter nenhuma doença grave, porém frustrado por não encontrar a solução, pensando que é algo psicossomático É importante entender porque isto acontece.

Os últimos estudos mostram que o intestino produz vários neurotransmissores, enzimas e hormônios, entre eles um neurotransmissor chamado “SEROTONINA” que, pode-se dizer, está relacionado à alegria de viver. Também no intestino encontram-se 80% do nosso potencial imunológico.

Devido ao consumo de doces (açúcar refinado), carboidrato refinado (farinha de trigo), carne vermelha e frituras (gordura saturada), o meio intestinal torna-se inadequado para a presença dos lactobacilus, que são bactérias fundamentais para o equilíbrio da nossa FLORA INTESTINAL. Esta alteração intestinal chama-se DISBIOSE, que piora com a PRISÃO DE VENTRE e o ESTRESSE (pressões profissionais e pessoais, preocupações econômicas, irritação no trânsito, poluição do ar, fumo, herbicida e pesticida nos alimentos, etc). Nesse desequilíbrio há diminuição da serotonina e aí vem a desânimo e o mau-humor, e por tempo prolongado pode levar a uma DEPRESSÃO IMUNOLÓGICA. Com o ESTRESSE aumentam também os radicais livres (oxidação) no intestino, podendo levar a doenças crônicas, envelhecimento precoce e aumento de peso.

Este quadro torna-se um ciclo vicioso, pois com o desânimo, comemos mais doces e carboidratos, desequilibrando cada vez mais a flora intestinal (DISBIOSE).

Nestes casos é muito importante realizar uma limpeza intestinal, com reposição da flora e uma reeducação alimentar.

Algumas dicas são importantes:

– Reclamar da vida só causa estresse, veja o lado positivo em tudo;
– Alimente-se em pequenas quantidades a cada três horas, diminuindo açúcar, frituras, carne vermelha, massa e pão;
– Cheire a comida e mastigue o mais devagar possível;
– Evite ficar nervoso. Em situações de estresse, experimente bocejar e espreguiçar;
– Aproveite o trânsito para escutar alguma música de que goste;
– Dedique pelo menos quinze minutos do dia à meditação. Escolha um local silencioso, sente-se numa posição confortável e esqueça da vida;

Fonte: Tiago Almeida e Solange, autores do livro “Colonterapia: Reeducação Alimentar, Desintoxicação, Rejuvenescimento” (editora Gran Sol).

Serviço: www.intestinosaudavel.com
Rio de Janeiro (21) 2523 1453
São Paulo (11) 5084 0506


* digite o que você vê na imagem acima.
  • Newsletter

  • Yoga para Olhos

  • Consciência Próspera

  • Recentes

  • Páginas

  • Categorias

  • Jornal Alternativo

    CONTATOS:
    (11) 3063-1115
    jornalternativo@jornalternativonline.com.br