E para as pessoas esquisitas nada? Tuuuuudo!!!!

Se este nosso mundinho acabar a responsabilidade, com certeza, será das pessoas normais.

Essa frase pode ser assinada pelo Pierre Weil e pelo Roberto Crema, da Unipaz, e que escreveram o livro Normose, a Doença da Modernidade (acho que o título certo não é esse, mas o sentido é). E pelo professor Hermógenes, pelo Chico Buarque (pelo menos naquela música Ela faz tudo sempre igual…) e também por mim, embora eu seja um pouco menos famoso que os citados acima.

Como a Normose está crescendo alucinadamente e está ficando bem difícil achar um esquisitinho que seja, acho bom a gente começar a pôr as barbas de molho (mas cá dê as barbas?).

Um excelente antídoto contra a normose é ler o livro do Weil e do Crema e assistir uma palestra do Crema, que são sempre maravilhosas (veja o site www.unipaz.org.br para saber quando ele vai aparecer por aqui).

Enquanto isso, aproveite algumas frases que anotei em uma palestra recente do Roberto:

“Ser humano dá um trabalho!” (dê um ligeiro espaço de tempo entre ser e humano)

“Leva-se muito tempo para aprender a ser jovem” (essa é do Picasso)

“Se correr o bicho pega. Se ficar, o bicho come… Se juntar, o bicho foge!”

“Ser terapeuta é escutar, interpretar, abençoar e sorrir.”

“Você não me engana. Você é humano.”

“Os médicos falam muito em doenças crônicas e muito pouco em estado crônico de saúde.”

“Normose é a estagnação da evolução.”

“No fim tudo dá certo. Se você acha que não está dando certo é porque ainda não chegou ao fim.”

“Sorria, você está sendo abençoado.”

“As crianças sorriem até 250 vezes num dia. E os adultos? 20, se tanto.”


* digite o que você vê na imagem acima.
  • Newsletter

  • Yoga para Olhos

  • Consciência Próspera

  • Recentes

  • Páginas

  • Categorias

  • Jornal Alternativo

    CONTATOS:
    (11) 3063-1115
    jornalternativo@jornalternativonline.com.br